Sede e fome de justiça

“Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos” – Mt 5.6

O brasileiro é um povo bastante tradicional. Se tem por herança ser um povo justo e solidário, porém o que temos visto em nosso cotidiano é um povo que está se perdendo em meio aos fatos que temos vivenciado.

Palavras como justiça, solidariedade, amor ao próximo só têm sentido quando vêm ao nosso proveito. Hoje vivenciamos uma verdadeira catástrofe, quando referimos aos valores humanos. É só acompanhar os fatos, os constantes atos de corrupção, que trazem por decorrência o sofrimento do povo, mediante a falta de estruturas na saúde, na segurança pública, nos transportes, no saneamento básico, na educação. Números e índices denunciam que no nosso país a corrupção é como um câncer, que a cada dia gera vítimas fatais incalculáveis.

Com isso, temos um declínio do sentimento de justiça, pois a ética perde seu sentido em meio a tudo isso. Para que justiça? A justiça só tem sentido quando é para mim; para os outros, não é necessária.

O que dizer dos constantes acidentes de trânsito, onde cidadãs e cidadãos embriagados, com seus potentes veículos, atropelam e matam seres humanos, mesmo em cima das calçadas? Depois disso, calmamente saem pela porta das delegacias afora, demonstrando verdadeiro desprezo pelas vidas que tiraram.

O que dizer das constantes denúncias de corrupção,  crime esse praticado muitas vezes pelo alto escalão político, sendo que nada acontece? Enquanto milhares e milhares de seres humanos são empilhados nas masmorras (que os governos chamam de presídios), por crimes muito menos danosos à sociedade que os crimes de corrupção política?

O que dizer de um Estado que não sabe o que fazer (a não ser dar desculpas) com o número incalculável de dependentes químicos, espalhados pelos cantos escuros das nossas metrópoles?

São muitas perguntas difíceis de responder. Porém, é preciso dizer que muitos desses que matam, muitos desses que estão envolvidos em atos de corrupção se assentam nos bancos de muitas igrejas, porém os sermões não lhes atingem o coração.

É preciso também dizer que em muitas igrejas os sermões não têm por intuito levar aqueles que o ouvem a uma mudança de vida, pois em meio à teologia da prosperidade, o que menos se prega é a mudança no caráter e na vida.

Com isso, muitos, apesar de se dizerem evangélicos, nada fazem em prol da promoção da justiça e da sociedade. A igreja evangélica brasileira parece não se importar com o caos político e social. O que estamos vendo é uma igreja que não sabe qual é o seu papel na luta pela sua responsabilidade social.

É claro que há muitos que ainda lutam por uma fé cidadã, porém, no meio pentecostal e neopentecostal, essa é uma mensagem ignorada, pois muitos dos políticos envolvidos nesse descaso social são pertencentes dessas igrejas.

Um exemplo que quero destacar aqui é o do site Não foi acidente, onde um jovem perdeu a mãe e a irmã em mais um atropelamento estúpido, causado por outro jovem (supostamente embriagado). Com seu carro em alta velocidade, atropelou e matou, e mais uma vez saiu impune e tranquilamente porta afora da delegacia, por uma brecha nas nossas leis.

Se temos realmente sede e fome de justiça, não podemos encarar esses fatos como normais, mas como diz a Palavra, devemos “amar o nosso próximo como a nós mesmos…”. Com isso, devemos nos empenhar para que fatos de injustiça não se tornem fatos de impunidade.

Eu já entrei no referido site e assinei a petição, pois não é possível continuar como estamos. Onde estão os evangélicos, que têm por ordenança de Cristo lutar por um mundo melhor?

VOLTEMOS AO EVANGELHO PURO E SIMPLES,
O $HOW TEM QUE PARAR!

Anúncios
Esse post foi publicado em Igreja e igreja, Igreja e Sociedade e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Sede e fome de justiça

  1. Rose disse:

    Paulo e Vera!
    Saudades… como estão as coisas em casa? E o Miguel?
    Desejo que estejam muito bem em nome de Jesus! Precisamos marcar outro café aqui ou aí como preferirem… estamos muito distantes e não gosto disto. Estou voltando a estudar, houve tremenda mudança no trabalho e isso toma nosso tempo todo, mas manter os amigos é imprescindível!
    Tenho a sugestão da música do João Alexandre – Tudo é vaidade – ou a – coração de pedra – para postarem no Blog. Ouçam ta no youtube…
    Beijokas
    meu tim o Pedro perdeu preciso achar chip em branco, faz um tempão e nem tenho cel de vcs mais. O Nextel continua o mesmo 78068276
    Rose

    • pedrasclamam disse:

      Oi Rose, Graça e Paz.

      Quanto tempo, também estamos com saudades, nossos fones são 8267-6629 e 8267-5929, precisamos marcar um café, assim colocamos o papo em dia.

      Deus lhe abençõe, um grande abraço,

      Paulo, Vera e Joaquim.

  2. luis disse:

    Concordo que não devemos nos conformar com a podridão das pessoas e no que esse mundo está se tornando. Mas a Palavra do Senhor nos alerta para esse estado. Voltariamos aos dias de Noé, e já não estamos vivendo esses dias? O Senhor Jesus também avisou para os homens no cap. 8 que não era desse mundo e aqueles que realmente o confessaram como Salvador , também não são desse mundo cada vez pior, por culpa do próprio homem, mas esses que estão indo de mal a pior terão lamentavelmente um triste fim. Creio que nós que também não somos desse mundo, podemos lutar para amenizar as coisas em quanto aguardamos a nossa partida daqui, mas melhorar é impossível, pois conforme diz a Palavra será que quando o Senhor voltar haverá fé na terra.
    Paz

    Luis

  3. reinan disse:

    muitobom

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s