O artigo mais óbvio deste blog: uma igreja que é Igreja

coracaoUma igreja que é Igreja. Essa aparente redundância esconde, na verdade, uma triste constatação: as igrejas, em sua maioria, não possuem os atributos que a Igreja de Cristo deve possuir. Então, quando se encontra uma fora desta triste curva, vale vencer a obviedade do tema e lhe dedicar um artigo.

O vídeo a seguir é uma reportagem da TV local sobre a ação social promovida, dias atrás, pela Igreja Batista Restauração no bairro pobre de Airton Senna, na capital do Acre. Na verdade, há meses a comunidade cristã adotou os moradores desse bairro, levando o Evangelho teórico e o prático também. Não é uma ajuda de um dia, uma esmola de tempo para acalmar a consciência. É um trabalho de dia após dia. É um discipulado.

Gostaria que fosse desnecessário fazer este artigo, mas infelizmente muitas instituições se fazem de igreja, quando na realidade são clubes de interesses, onde nos associamos buscando algo de valor em troca, e onde somos aceitos caso tenhamos também algo a oferecer. As verdadeiras igrejas são as que amam incondicionalmente, espelhando e apresentando ao mundo o Cabeça, que é Cristo.

E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória;
E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas;
E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda.
Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;
Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me;
Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e foste me ver.
Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?
E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos?
E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te?
E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.
Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;
Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber;
Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes.
Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos?
Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim.
E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna. – Mateus 25:31-46

Sabemos que nenhuma igreja é perfeita, e nem se espera que seja. Espera-se, apenas, que seja Igreja.

Voltemos ao Evangelho puro e simples,
O $how tem que parar!

A DEUS toda a honra e toda a glória para sempre.

Esse post foi publicado em Igreja e igreja, Igreja e Sociedade e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s