Por que há Marchas para Jesus?

$howEstá aberta a temporada de Marchas para Jesus. Na semana passada houve marchas no Paraná, no dia 30/5 ocorrerá no Rio de Janeiro e no dia 4/6, em São Paulo. Isso sem falar nas diversas marchas em várias cidades do país.

Nessas marchas, todos os anos parte da população caminha pelas principais ruas de suas cidades, com os líderes e artistas gospel em cima de trios-elétricos, declarando que o Brasil é (ou será) do Senhor Jesus. Após a caminhada, há shows gospel no palco principal e discurso de políticos e de pregadores.

Segundo o discurso oficial, essas marchas são para glorificar ao Senhor e para trazer as pessoas para mais perto de Deus. Porém, nas entrelinhas, há toda uma manipulação e muitos negócios sendo feitos em nome de Deus.

Veja o vídeo abaixo (clique em Playlist no canto superior esquerdo e escolha o último vídeo, o de no. 32). É do empresário e playboy Chiquinho Scarpa. Nesse vídeo, ele convida as pessoas a se encontrarem com ele na Marcha para Jesus em São Paulo. E claro, cita sua empresa Microcamp, o real motivo do convite (afinal, é bom que os evangélicos façam cursos de computação na empresa dele, assim ele fica ainda mais milionário):

026Mais do que o uso da Marcha para fins comerciais, a Marcha costuma ser bastante usada para fins políticos. Afinal, quanto maior a Marcha, quanto mais pessoas participam, mais o líder da Marcha pode negociar votos com os políticos. Veja abaixo (menos de 2 minutos), o (im)pastor Silas Malafaia apresentando no palco principal os políticos Eduardo Paes e Lindbergh Farias (esse último, recentemente citado por envolvimento na Operação Lava-Jato):

No site do Dep. Marcelo Aguiar, cria do Apóstolo (?) Estevam Hernandes, líder da Igreja Renascer e dono da Marcha para Jesus em São Paulo, temos a foto dele e de outros políticos que se aproveitaram do evento para se oferecer ao público evangélico nas eleições de 2012. E o mesmo ocorre todos os anos, em todas as eleições, e mesmo quando não é ano eleitoral. Afinal, para os organizadores um dos principais objetivos da Marcha é demonstrar seu poder junto aos fiéis.

O negócio das Marchas é tão bom que até a Rede Globo, antigamente conhecida por ser inimiga dos evangélicos, de alguns anos para cá passou a investir no evento. Até no Jornal Nacional, principal noticiário da emissora, as Marchas para Jesus e seus líderes têm tido presença garantida. Como no mundo nada é de graça, não foi à toa que vimos recentemente o Silas Malafaia indo contra o boicote dos evangélicos à novela Babilônia. Coincidentemente, dias depois esse (im)pastor foi chamado para estrelar um debate no programa global Na Moral e, claro, como nos anos anteriores dará entrevistas aos jornais locais durante sua Marcha para Jesus.

038Uma imagem tem circulado no Facebook com um forte simbolismo: enquanto jovens “marcham para Jesus”, um morador de rua apenas observa, solitário, já que para a multidão de “cristãos” ele não existe, ou se o enxergam é melhor ignorá-lo, afinal cada um com os seus problemas. Aquele momento é para pular, gritar, marchar para Cristo, não para socorrer os necessitados.

Como entretenimento, as Marchas para Jesus são um grande negócio. Proporcionam, de forma gratuita, acesso a vários shows de artistas gospel e ainda é possível ficar em meio à multidão de forma razoavelmente segura, uma vez que se espera que não haja violência num evento cheio de crentes. Porém, como manifestação de espiritualidade essas Marchas têm muito a dever, pois embora haja momentos de oração e louvor, o cerne da questão é a diversão e as negociatas nos bastidores.

DSCF0038Será que Jesus participaria de uma dessas Marchas e dividiria o palco com astros da música gospel, pastores famosos e políticos em campanha? Ou, ao invés disso, estaria visitando os órfãos e as viúvas, os necessitados de qualquer tipo?

Abaixo, a primeira parte do vídeo da primeira participação do MEEB (Movimento pela Ética Evangélica Brasileira) numa Marcha para Jesus (em São Paulo, em 2009). Já naquela época buscávamos levar parte da multidão à reflexão do que é realmente viver o Evangelho de Cristo e de que, infelizmente, há muitos lobos liderando multidões em nome de Jesus.

11146619_1604399966493666_2952068589410739947_nInfelizmente, de 2009 para cá muito pouca coisa mudou. Continuam as negociações de votos nos bastidores, continuam os negócios em nome da fé, continua a idolatria a artistas gospel, continua a deificação de líderes eclesiásticos, cujas falas não podem nunca ser julgadas – apenas aceitas cegamente. O que mudou é que algumas pessoas, nesses 7 anos, puderam ter seus olhos abertos para a verdade do Evangelho.
É pelas pessoas que estaremos, novamente, com nossas faixas com versículos bíblicos que não agradam aos profetas da Teologia da Prosperidade no dia 30/5 no Rio e no dia 4/6 em São Paulo. E você também pode participar. Basta ir e levar sua faixa ou cartaz, ou então nos ajudar a levantar as que levarmos. Se puder, vá a uma loja de transfer e mande fazer uma camiseta com dizeres bíblicos. Na página inicial deste site há um link “camisetas para o protesto pacífico” com alguns modelos, se você preferir.

Se você também acha que há muito $how e pouco Evangelho no Brasil, não se cale. A seara é grande, mas os trabalhadores são muito poucos. Afinal, pra que trabalhar se é possível viver muito bem só de dízimos e ofertas.

Permitindo Deus, estaremos lá.

Voltemos ao Evangelho puro e simples,
O $how tem que parar!!!

marcha 5faixa2

P.S.: nesse site há o relato de todas as passagens do MEEB nas Marchas para Jesus.

Esse post foi publicado em Igreja e igreja, Igreja e Sociedade e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Por que há Marchas para Jesus?

  1. Léllison disse:

    Parabéns pelo movimento o qual acompanho a alguns anos, me permitam em parte discordar da matéria, pois vejo que muita coisa mudou SIM, o evangélico está mais consciente hoje, a Marcha hoje é mais questionada que antes, e o que me alegra é que até pastores da minha denominação que é uma das mais”pró marcha” tem questionado os reais motivos dela e alguns pastores nem tem participado mais, o que eu considero um bom sinal em vista do verdadeiro propósito das tais marchas atuais, vale ressaltar aos críticos de plantão que o movimento em si não é contra a dita Marcha, mas sim os verdadeiros objetivos dela, a qual não é para Jesus e sim em benefício de artistas gospel e políticos angariando votos.
    Que tal fazer a Marcha do Evangelho puro e simples?, ou a Marcha em assistência aos necessitados?, marcha contra fome?, ou contra as injustiças sociais? enfim ficaria mais parecido com o que Jesus ensinou não é…, e não geraria gastos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s