O cão está furioso – Apóstolo (?) Agenor Duque distribui maldições para quem critica sua teologia

blog1“Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo.
Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;
Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.
Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo?
E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim?
Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.” – Mateus 5:43-48

Jesus Cristo trouxe aos judeus em seu tempo, e ao mundo, um ensinamento novo. Até então imperava o olho-por-olho-dente-por-dente, ou seja, toda a ação tinha uma reação contrária (nem sempre proporcional). Assim, por exemplo, se alguém era pego em adultério, deveria ser morto por apedrejamento (a lei de Moisés fala de punição para homens e mulheres, mas já naquela época havia o “jeitinho”, tanto que na passagem em que Jesus salva uma adúltera só ela estava ali para ser apedrejada pelos fariseus).

O novo ensinamento era “amai aos vossos inimigos”. Pense em algo completamente revolucionário! Afinal, Jesus falava para uma plateia em tempos de constantes guerras, a um povo que estava sendo oprimido pelo Império Romano e que antes já o havia sido por outras nações. Jesus falava a pessoas que tinham sua esperança de aplicação de justiça nas leis entregues a Moisés, nas quais era possível a pena de morte e a aniquilação de seus inimigos.

Amar aos inimigos não era, definitivamente, um ensinamento desejado. Nós – e eles – nutrimos desejos de vingança disfarçados em desejos de justiça. Para muitos de nós – e para os judeus da época de Jesus – assassino, estuprador, corrupto têm mais é que morrer, são gente que não presta para nada, só para tirar a paz do mundo.

Mas Jesus não pensava assim. Ele sabia que a redenção de uma alma poderia surgir até no último momento de sua vida, e a nós cabia – e cabe – o testemunho pessoal, através dos nossos atos de amor e retidão. O ladrão arrependido é a maior prova disso.

“Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.” – Efésios 6:12

O vídeo abaixo, de menos de um minuto, mostra o Apóstolo (?) Agenor Duque, da Igreja Plenitude do Trono de Deus, lançando maldições contra quem critica sua demoníaca Teologia da Prosperidade. Demoníaca sim, pois prega o contrário do que Jesus ensinava: prega o entesouramento na terra de bens materiais, o individualismo, a exaltação de líderes (quando esses deveriam ser os menores, segundo Jesus), a proibição do cristão de pensar (já que essa teologia prega obediência cega aos seus líderes).

“Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.
Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?
Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus.
Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.
Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.
Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.” – Mateus 7:15-20

Vejam o ódio emanado por esse dito que se diz apóstolo (?) durante o vídeo. Não apenas o ódio no olhar, nos gestos, mas o ódio propriamente materializado através das tais palavras de maldição. E a propósito, se Jesus nos ensina a amar a nossos inimigos, como alguém que se diz seguidor Dele pode vir a amaldiçoa-los, a desejar-lhes o mal?

Simples: pois esse alguém não segue verdadeiramente a Jesus. Se O seguisse, teria seu homem interior transformado e não sairia amaldiçoando a torto e a direito, mas ao contrário, distribuiria bênçãos até para os que porventura lhe fazem algum mal.

Lembrem-se: pelos frutos conheceremos os falsos profetas.

Quer saber de qual árvore o galho do Apóstolo (????) Agenor Duque nasceu? Veja o vídeo abaixo, menos de 30 segundos:

O tal do Benny Hinn não passou apenas sua suposta unção para o Agenor Duque. Passou também sua falsa cristandade. E o mais triste é que muitos seguem a esses.

“E, chamando a si a multidão, disse-lhes: Ouvi, e entendei:
O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem.
Então, acercando-se dele os seus discípulos, disseram-lhe: Sabes que os fariseus, ouvindo essas palavras, se escandalizaram?
Ele, porém, respondendo, disse: Toda a planta, que meu Pai celestial não plantou, será arrancada.
Deixai-os; são cegos condutores de cegos. Ora, se um cego guiar outro cego, ambos cairão na cova.” – Mateus 15:10-14

Os verdadeiros cristãos são aqueles que seguem aos ensinamentos de seu Mestre e Senhor Jesus Cristo. Não são seres infalíveis, podem e vão pecar, mas o Espírito Santo que habita neles Os levará ao verdadeiro arrependimento e Os reconduzirá ao Pai. Porém, os verdadeiros cristãos amarão indiscriminadamente, pois essa é a vontade de Deus. Amarão, inclusive, aos seus maiores inimigos.

Amar e perdoar a quem quer que seja é a maior prova de que nós verdadeiramente morremos para nós mesmos, para nosso orgulho, e renascemos em Cristo Jesus.

Termino com mais um vídeo. É o relato do irmão de um dos 21 cristãos coptas decapitados pelo Estado Islâmico, em imagem que rodou o mundo. Veja a atitude de um verdadeiro cristão, de um homem verdadeiramente transformado pelo poder do Espírito Santo.

Fica a minha oração para que o Agenor Duque, o Benny Hinn e todos os falsos profetas do cristianismo em nosso tempo se arrependam enquanto há tempo.

“Ai de vós quando todos os homens de vós disserem bem, porque assim faziam seus pais aos falsos profetas.
Mas a vós, que isto ouvis, digo: Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam;
Bendizei os que vos maldizem, e orai pelos que vos caluniam.
Ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra; e ao que te houver tirado a capa, nem a túnica recuses;
E dá a qualquer que te pedir; e ao que tomar o que é teu, não lho tornes a pedir.
E como vós quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vós, também.
E se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? Também os pecadores amam aos que os amam.
E se fizerdes bem aos que vos fazem bem, que recompensa tereis? Também os pecadores fazem o mesmo.
E se emprestardes àqueles de quem esperais tornar a receber, que recompensa tereis? Também os pecadores emprestam aos pecadores, para tornarem a receber outro tanto.
Amai, pois, a vossos inimigos, e fazei bem, e emprestai, sem nada esperardes, e será grande o vosso galardão, e sereis filhos do Altíssimo; porque ele é benigno até para com os ingratos e maus.
Sede, pois, misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso.” – Lucas 6:26-36

Agenor Duque, nós abençoamos a você e toda a sua família em nome do Senhor Jesus Cristo.

Voltemos ao Evangelho puro e simples,
O $how tem que parar!

Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para O cão está furioso – Apóstolo (?) Agenor Duque distribui maldições para quem critica sua teologia

  1. Pingback: Vídeo do apóstolo Agenor Duque amaldiçoando quem o critica se torna viral nas redes sociais; Assista |

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s