Pimenta nos nossos olhos

“Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos” – Mt 5.6

Já a algumas semanas que estou a meditar sobre muitos casos que a mídia tem noticiado, sobre as realidades brasileiras.

O primeiro ponto a destacar é o vergonhoso desfecho do caso Pimenta Neves, uma demonstração pública de que a Justiça Brasileira não é imparcial nem justa, e muito menos humana. Ela é mais um dos elementos que ajudam a demonstrar o quão defasada e o quão desumana é a luta de classes nesse país.

Pimenta Neves, um assassino confesso, que por pertencer à elite brasileira, por onze anos, graças a seus excelentes advogados, gozou, apesar de condenado, de perfeita liberdade. Muitos já nem acreditavam mais que um dia se findassem os inúmeros recursos que o mantinham fora da cadeia, apesar do crime hediondo que cometeu.

Por que não funciona assim para todos?

O sistema prisional brasileiro é sucateado, e pode ser considerado com padrões medievais no que tange ao cuidado com os seres humanos, que fazem parte dele. É um sistema que não corrige, não educa, não transforma, ao contrário, cria através da raiva e do ódio, devido ao descaso, corrupção, desumanidade do sistema, um exército de homens e mulheres que vão necessitar de muitos anos para se livrar de todos os danos provocados por este sistema desumano. Eu pergunto: a Justiça Brasileira é movida pelo dinheiro e pelo poder?

O que vemos através do caso Pimenta Neves e outros mais é que sim, pois um cidadão pobre fica na cadeia até mesmo se for inocente, pois a morosidade da justiça lhe impede de sair até se for provado sua inocência. Por que os ricos e poderesosos não são levados em camburão, algemados, como qualquer outro cidadão pobre?

Quando penso que a polícia brasileira ainda se utiliza da tortura para resolver os inquéritos, e vejo ricos e poderosos debocharem da sociedade, eu me pergunto o porquê dos  policiais ainda utilizarem de toda truculência e violência para com os pobres e não fazerem o mesmo com os ricos. São perguntas que a sociedade precisa de respostas, pois isso nos deixa indignados. O governo brasileiro gasta mais dinheiro produzindo violência do que lutando para que ela não aconteça. A prova disto está que em cada subida da polícia ao morro, várias pessoas são mortas, e sempre há justificativas. O Estado parace não saber produzir vida, a solução está na morte, assim é nas ações da polícia, no atendimento nos hospitais, na forma de atender o cidadão nos postos do INSS. A pobreza se resolve  com a morte, é mais barato, depois é só jogar em cova rasa.

Enquanto isso, os ricos e poderosos zombam da nossa cara ao vivo e a cores. Tudo tem uma intenção de mais busca de poder, é só ver como agem os principais governos. Não importa se para resolver o problema com o Osama Bin Laden os EUA se utilizou da tortura para conseguir confissões. No final, se resolve o problema matando. E isso é largamente copiado aqui no Brasil, é só observar como os governos resolvem o problema. Assim foi no Carandiru, assim é na periferia. A força de extermínio do Estado sai sempre que necessário e elimina o problema, e enquanto isso Pimenta Neves, Lalau, Roger Abdelmassih, e outros mais então rindo nos seus poderosos castelos. Pimenta nos nossos olhos é refresco.

E a igreja, o que faz enquanto isso?

Faz brigas de divisões e facções em busca de poder local, assim como o senhor Malacheia está fazendo para implantar a todo custo seu poder local nas “emprejas” AD, do Brasil, com sua nova logomarca. Outros continuam a proclamar o evangelho das vantagens, em troca dos dízimos e ofertas, para a construção das megas “emprejas”, para o lucro e deleite pessoal.

Onde está a busca por justiça que Jesus falou? Acredito que ainda exista quem o faça. Pois nem tudo está perdido, pois assim nos declara l CO 11:19:” E até importa que haja entre vós heresias, para que os que são sinceros se manifestem entre vós.”

Que a fome e sede de justiça cresça no meio da igreja, pois o mundo necessita do verdadeiro Evangelho de Cristo.

“O Brasil não precisa de apóstolos, nem patriarcas, com suas fórmulas mágicas que envergonham o Evangelho de Cristo,  com sua teologia da prosperidade, que nada tem a ver com a realidade dos que sofrem neste país. Chega de vergonha, pois o amor e a Graça de Deus nos basta. Voltemos ao Evangelho puro e simples.”

Paulo Siqueira

Anúncios
Esse post foi publicado em Igreja e Sociedade e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Pimenta nos nossos olhos

  1. Irmão Josef disse:

    Os irmãos sinceros tem muita dificuldade em julgar questões em que “outros irmãos” (presbíteros, pastores, bispos…) façam parte (de pequenas coisas à escândalos) e esperam que Deus resolva tudo. Nem precisa dizer que isso faz com que os fanfarrões da fé pintem e bordem a vontade sem que ninguém faça nada (Evangelho do Medo).
    Acredito que precise haver em nós um desejo de lutar por um mundo transformado (com sede de justiça) pelo evangelho de Cristo. Eu entendo isso a partir do ponto que se Jesus “breve voltará” devamos preparar tudo para que este dia chegue:

    E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim. Mt 24:14

    • pedrasclamam disse:

      Irmão Josef, Graça e Paz
      O apóstolo (o verdadeiro) Paulo nos disse que nossa luta não é contra “carne ou sangue”, mais sim contra poderes Espírituais, que agem nas regiões celestiais, ele destaca isto, para que nos que reconhecemos e sabemos desta verdadeira batalha, estejamos firmes e inabaláveis. Firmes em nossa fé somente em Cristo Jesus, pois muitos são os que se esqueceram desta batalha continua, e cairam diante dos discursos mentirosos, estelionatarios de muitos líderes, que dizem seguir o evangelho de Cristo. No evangelho de Cristo, tudo é as claras, sem desvio, ou meias palavras.
      Vamos continuar a pregar o evangelho da contra mão, em tudo quanto está aí nos modismo, da igreja atual.
      Somente aqueles que conhecem o Cristo dos evangelhos, pode ver e saber em qual caminho estar, este é um grande desafio.

      Estejamos firmes e fortes, pois os dias são maus, porem Cristo venceu os maudosos do mundo.

      Abraço.

      Paulo Siqueira

      • FRANCISCO DE LIMA GOMES disse:

        Paulo Siqueira, Paulo disse que “…a luta não é contra a carne nem contra o sangue mas contra as potestades que atuam nas regiões celestiais”, sim ér verdade MAS, MAS, MAS, essas potestades nada podem fazer sem homens de quem se possa utilizar: e aí estão os SARNEY’s, os ACM”s de filhos a netos, os coronéis nordestinos segregando o direito das pessoas subjugando-as, e agora por último OS CORONÉIS NORDESTINOS encabeçados pela ASSEMBLÉIAS DE DEUS e tantas. Da mesma forma como Deus sempre precisa de homens intrépidos para operar o Diabo também. A diferença está na JUSTIÇA. Vocês já viu alguma potestade sacando um revólver e atirando em alguém?
        f_l_gomes@hotmail.com
        filgomes@bol.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s